13 de fev de 2017

BAHIA: US$ 5,2 BILHÕES ANUNCIADOS EM 2016

13/02/2017 08:16
BAHIA ECONÔMICA


 
No mesmo ano em que a crise econômica vivenciada pelo Brasil se apresentou de maneira mais aguda – agravada por instabilidade política, crise fiscal, de confiança, etc –, a Bahia ampliou em mais de dez vezes o volume de investimentos privados anunciados. 
 
Foram anunciados em 2016 US$ 5,2 bilhões, de acordo com dados da Rede Nacional de Informações sobre Investimentos (Renai), mantida pelo Ministério do Desenvolvimento. No ano anterior, o volume foi pouco superior a US$ 467 milhões. Antes disso, o estado vinha mantendo uma média de US$ 2 bilhões por ano. 
 
Mais da metade do anunciado no ano passado – US$ 2,9 bilhões – é de projetos na área de energia renovável, com empresas como a Enel Green Powel e a EngieTractebel Energia (antiga GDF Suez). Mas tem novidades em outras áreas, como o projeto de US$ 1 bilhão da Agribrasil, para produzir leite no Oeste da Bahia, ou o de US$ 200 milhões da CPX, para produzir cimento em Lajedinho. Além de projetos de expansão no Extremo Sul da Bahia, na área de papel e celulose. 
 
O superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Guimarães, diz que a crise explica a discrepância entre os dois anos. “Muita gente ficou esperando a situação melhorar em 2015, mas percebeu que no mercado não dá para ficar parado”, diz ele. E na área de energia, explica Guimarães, parte das informações foram passadas no fim de 2015 e acabaram entrando como 2016. Uma ponderação importante é que nem todo investimento que se anuncia é concretizado. (Coluna Farol Econômico/Correio)