13 de jan de 2017

EM NOVA AÇÃO, PF MIRA GEDDEL, QUE FOI BRAÇO DIREITO DE TEMER


Em ação deflagrada nesta manhã, a Polícia Federal deu uma batida no endereço de Geddel Vieira Lima, braço direito de Michel Temer; o motivo é um esquema de corrupção descoberto na Caixa Econômica Federal a partir do celular de Eduardo Cunha, outro dos principais operadores de Temer; Cunha está preso em Curitiba e Geddel caiu por tentar usar o cargo para obter vantagens pessoais; entre os caciques do PMDB, Geddel era conhecido como "boca de jacaré", por ser extremamente ganancioso; Geddel e Cunha foram dois dos principais operadores do golpe que colocou Michel Temer no poder. 247 BRASIL