4 de jan de 2017

Disponibilizados estudos da Ponte Salvador-Ilha de Itaparica


Os estudos de hidráulica marítima na Baía de Todos-os-Santos (BTS), contratados junto à Fundação Coordenação de Projetos, Pesquisas e Estudos Tecnológicos (Coppetec) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) para o Projeto Sistema Viário Oeste (SVO) – Ponte Salvador-Ilha de Itaparica, já se encontram disponíveis para consulta no site do projeto, que é coordenado pela Secretaria do Planejamento do Estado (Seplan).

Os estudos, que serviram de subsídio para o projeto básico de engenharia e o licenciamento ambiental da Ponte Salvador-Ilha de Itaparica, também podem ser empregados na pesquisa acadêmica e em outros projetos de empreendimentos que venham a ser desenvolvidos para a Bahia de Todos-os-Santos (BTS). Quanto a SVO, os resultados confirmam o limitado impacto da futura ponte sobre as correntes marítimas e a movimentação de sedimentos, assegurando a preservação da zona costeira, do meio ambiente aquático e das condições de navegação na Baía.

ponte
Análises sedimentológicas e sísmicas da Baía de Todos-os-Santos estão nos relatórios da coppetec
Foto: Divulgação

Os relatórios abrangem análises sedimentológicas e sísmicas, além de estudos de ventos, correntes e ondas, que foram desenvolvidos a partir do vasto inventário de dados preexistente para a Baía de Todos-os-Santos, somados às informações obtidas pelas novas coletas, realizadas entre 2014 e 2016. Para as simulações do impacto da Ponte Salvador-Ilha de Itaparica sobre a BTS utilizou-se um modelo computacional consagrado, o Sistema Base de Hidrodinâmica Ambiental (SisBaHiA), desenvolvido pela Coppetec/Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe)UFRJ como software livre.

Fonte: Ascom/Secretaria do Planejamento do Estado