O POTENCIAL DE ECOTURISMO DO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DOS MONTES ALTOS




O objetivo do presente artigo é contribuir com o processo de conscientização da importância da conservação e preservação do Parque Estadual da Serra dos Montes Altos e registra o potencial de ecoturismo das unidades de conservação, destacando os aspectos históricos, culturais e ambientais visando compor itinerários de visitação com vista a geração de emprego e renda e dinamização da economia regional.

Aspectos legais das unidades de conservação



O Parque Estadual da Serra dos Montes Altos e o Refúgio de Vida Silvestre da Serra dos Montes foram criados pelos Decretos 12.486 e 12.487 de 29 de Novembro de 2010 pelo Governador do Estado da Bahia, visando garantir a conservação das unidades de proteção integral e de uso sustentável: ESTAÇÃO ECOLÓGICA, RESERVA BIOLÓGICA, PARQUE ESTADUAL, MONUMENTO NATURAL, REFÚGIO DE VIDA SILVESTRE, ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL, ÁREA DE RELEVANTE INTERESSE ECOLÓGICO, FLORESTA NACIONAL, RESERVA EXTRATIVISTA, RESERVA DE FAUNA, RESERVA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E RESERVA PARTICULAR DO PATRIMÔNIO.

Localização das Unidades de Conservação e Proteção

O Parque Estadual da Serra dos Montes Altos fica localizado na região sudoeste do Estado da Bahia nos municípios de Palmas de Monte Alto, Sebastião Laranjeiras, Candiba, Guanambi, Pindaí e Urandi (Território de Identidade Sertão Produtivo). A Serra do Espinhaço tem uma altitude de 900 m e elevação de 1315 m, tendo uma área de 90 mil ha, extensão de 60 km e largura maior de 20 km. Também está inserida na Bacia Hidrográfica do rio São Francisco (Sub bacia do rio Carnaíba de Dentro e Sub bacia do rio Verde Grande), abrigando um importante sistema de águas superficiais de recarga de rios e aquíferos.

Também caracteriza pelo meio biótico como região semiárida; biomas do cerrado e caatinga; riqueza e diversidade biológica, com presença de diversos ecossistemas.

   
O Potencial de Ecoturismo do Parque Estadual da Serra dos Montes Altos

A criação do parque estadual tem como objetivo a preservação de ecossistemas naturais de grande relevância biológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e atividades de educação ambiental, lazer e turismo ecológico.

Também é área de refúgio de vida silvestre e de proteção de ambientes naturais que assegura condições para a existência ou reprodução de espécies ou comunidades da flora local e da fauna residente ou migratória.

Os municípios de Palmas de Monte Alto, Sebastião Laranjeiras, Candiba, Guanambi, Pindaí e Urandi abrigam uma unidade de conservação estadual com um grande potencial turístico da Bahia: o Parque Estadual da Serra dos Montes Altos. São 90 mil hectares de extensão contendo em seu interior 148 nascentes, cachoeiras (Mandiroba, Brucunum, Poço Azul, Poço do Buracão e Cotandiba), Caminho das Águas com diversas piscinas cristalinas, vales e uma vegetação que reúne o Cerrado e a Caatinga, com espécies únicas de fauna e flora, algumas ainda desconhecidas da ciência. Também abrigam um sítio arqueológico que envolve a Casa de Pedra, o Alinhamento, morro com diversos painéis com inscrições rupestres, Toca dos Tapuais, entre outros atrativos.

  

É uma das áreas naturais de maior beleza cênica do Estado da Bahia. Podemos dizer que este é um grande Santuário Ecológico.

Além disso, o parque pode oferecer diversos atrativos para as cadeias produtivas, especialmente na área do ecoturismo, que é um dos setores com melhor distribuição de renda à população.

Com a abertura para o uso público e investimentos das Prefeituras em infraestrutura nas estradas e trilhas, outros empreendimentos podem ser agregados, como pousadas, hotéis fazendas e sítios ecológicos, restaurantes, rede credenciada de guias, desenvolvimento do artesanato local, estímulo as atividades de cultura popular,  visitas aos casarões e fazendas históricas – Três Irmãos, Lameirão, Santa Rosa, Pau do Espinho e Fazenda Poço Comprido, viagens de aventuras e trilhas, Barragens de Ceraíma e Poço do Magro, entre outros serviços.



A importância do Programa da TV Aratu/SBT – DENDÊ NA MOCHILA na divulgação do Parque Estadual da Serra dos Montes Altos


A equipe do “Dendê na Mochila”, da TV Aratu/SBT, programa de reportagens especiais apresentado e dirigido pelo guanambiense Matheus Boa Sorte, realizou 11 dias de gravações nas cidades de Palmas de Monte Alto, Guanambi, Candiba e Sebastião Laranjeiras - Parque Estadual da Serra dos Montes Altos. As gravações serão apresentadas em três episódios para a temporada 2017. 

A TV Latinha colaborou com a equipe da TV Aratu/SBT.

FONTE: INEMA - GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA





Share:
Postar um comentário

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog