21 de dez de 2016

COELBA REALIZA INVESTIMENTO DE R$ 1,16 BI PARA AMPLIAR ABASTECIMENTO DE ENERGIA

21/12 - 16h50m
BAHIA ECONÔMICA
 
Novas subestações, linhas de distribuição, ligações rurais e urbanas. Aquisição de novos equipamentos, aplicação de novas tecnologias e continuidade do projeto de automação do sistema elétrico. Esses são alguns dos focos do investimento de R$ 1,16 bilhão que a Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, vem realizando ao longo do ano de 2016 com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento social e economicamente sustentável do estado. Dentre as principais realizações, estão a construção de 13 novas subestações, ampliação de outras 15 no estado, além de 134 km de redes de alta tensão. Das 13 subestações que estão em construção, três serão energizadas ainda em 2016 e dez em 2017. As obras concluídas este ano já representam um acréscimo de mais 226 MVA de potência ao sistema elétrico baiano.
 
Com o objetivo de prevenir interrupções no fornecimento de energia, a Coelba destinou este ano R$ 586 milhões para ações de manutenção, a exemplo de renovação de redes, podação, substituição e instalação de equipamentos, realização de inspeções, utilizando, para isso, equipes de Linha-Viva, técnica que permite atuar na rede elétrica sem que haja necessidade de interromper o fornecimento aos consumidores. Na região Metropolitana, foi inaugurada este ano a Subestação Itinga, obra iniciada em 2015 que beneficiou diretamente aos bairros de Itinga e Villas do Atlântico, em Lauro de Freitas, e São Cristóvão e Mussurunga, em Salvador. A nova subestação ampliou em 33% a capacidade de atendimento a Lauro de Freitas e possibilitou uma nova alternativa exclusiva para atendimento ao Aeroporto de Salvador.
 
Na região Centro, estão em construção as Subestações Camamu – que beneficia Camamu e região -; Irará; Asa Branca – maior oferta de energia para a cidade de Feira de Santana -; e Santo Antônio III – beneficiando aos municípios de Castro Alves, Conceição do Almeida, Santo Antônio de Jesus e Varzedo, além de permitir a ligação de clientes industriais na região. No Norte do estado, estão em construção as Subestações América Dourada II - empreendimento que proporcionará maior oferta e mais qualidade ao fornecimento de energia aos municípios de América Dourada, João Dourado, Cafarnaum e Morro do Chapéu –; Irecê Asa Sul – beneficiando Irecê, João Dourado e  Lapão -; e Saúde – que amplia a oferta de energia aos municípios de Caem, Caldeirão Grande, Jacobina, Pindobaçu, Ponto Novo, Saúde e Jacobina.
 
Na região Sudoeste, estão sendo construídas as Subestações de Boa Vista do Tapera, já o sistema elétrico do Sul do estado está sendo reforçado com a construção das subestações Taperoá. Em 2016, a empresa destinou R$ 511,8 milhões para a interligação de 262,6 mil novos clientes nas áreas urbana e rural do estado. Nos centros urbanos baianos, foram realizadas mais de 240 mil novas ligações. Na área rural, as ligações foram realizadas através do Luz para Todos, um Programa do Governo Federal, coordenado pelo Ministério de Minas e Energia. A Bahia é o estado com maior número de ligações através do Luz para Todos. Desde 2004,  ano  de  lançamento do Programa, até 2016, já  foram  investidos  cerca  de R$ 4 bilhões no Luz para Todos, levando energia às mais distantes localidades do interior através de 578 mil ligações que beneficiaram a 2,3 milhões de moradores da zona rural da Bahia.