7 de dez de 2016

CARLOS MARTINS DEVE SUBSTITUIR BRUNO DAUSTER NA CASA CIVIL, DIZ JORNAL

07/12 - 08h34m
BAHIA ECONÔMICA


Três outras secretarias entraram na lista de prováveis mudanças no alto escalão do Palácio de Ondina a partir de 2017. Fontes do núcleo-duro do governo Rui Costa (PT) dão como certa a troca de Bruno Dauster por Carlos Martins na chefia da Casa Civil. Em contrapartida, Dauster assumiria o lugar de Martins no comando da pasta de Desenvolvimento Urbano, área onde tem larga experiência profissional, adquirida no período em que atuou como executivo da construtora OAS.

A saída do deputado estadual licenciado Vitor Bonfim (PDT) da Secretaria Estadual da Agricultura é tratada também como irreversível por líderes da base aliada com trânsito livre na articulação política de Rui. Além da necessidade de ajustes na divisão de cargos entre partidos que apoiam o PT, as alianças com a oposição firmadas por Bonfim para as eleições municipais no interior desagradaram cardeais governistas e elevaram a pressão contra sua permanência. Já a substituição de Jorge Portugal pelo ex-ministro Juca Ferreira na Secretaria de Cultura, antecipada ontem pela Satélite, está consumada em definitivo.

Estão descartadas, a princípio, alterações na chefia de áreas estratégicas do governo, mas haverá aumento na cota de partidos governistas em cargos do segundo escalão. É o caso da pasta de Saúde (Sesab), que foi reservada para indicados do senador Otto Alencar, presidente do PSD baiano. Recentemente, Otto se reuniu com o secretário Fábio Vilas-Boas para discutir a ampliação da fatia do PSD no órgão. O movimento indica o naufrágio nas pretensões do PSL, que reivindicava o controle da Sesab para o partido. (Coluna Satélite/Correio)

Veja também: Rui Costa vai fazer ampla reforma administrativa e do secretariado