8 de set de 2016

CONGRESSO PLANEJA ACORDO PARA ANISTIAR CAIXA DOIS

:


Pelo projeto, seriam criminalizadas as doações feitas irregularmente após a legislação ser aprovada, deixando de punir quem praticou o ilícito no passado, desde que confesse o fato à Justiça Eleitoral; na prática, partidos, políticos e empresários envolvidos em doações eleitorais irregulares até a aprovação da legislação seriam perdoados; vale lembrar que políticos importantes como o atual ministro José Serra (PSDB), a candidata a prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PMDB), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), a ex-senadora Marina Silva (Rede) e até Michel Temer (PMDB) foram citados como beneficiários de caixa dois de grandes empreiteiras como Odebrecht e OAS. 247 BRASIL