24 de jul de 2016

Guanambi ganhará mais um curso de medicina


O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu na quarta-feira (20) retirar a suspensão do edital de abertura de novos cursos de medicina lançado durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) no programa Mais Médicos.

Com a decisão, dez municípios baianos devem retomar o processo de instalação dos cursos de medicina: Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna, Jacobina e Juazeiro estão no primeiro edital; Euclides da Cunha, Irecê, Brumado e Senhor do Bonfim no segundo.

Integrante da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Implantação dos Cursos de Medicina, o deputado federal e médico Jorge Solla afirmou que a decisão foi acertada.  
"Foi uma decisão sensata e atende ao planejamento de longo prazo do Mais Médicos, que é o de termos profissionais brasileiros em todos os municípios do interior e em todas as periferias, abrindo mão dos intercambistas", analisou. 

No julgamento desta quarta, houve uma rara discordância entre os ministros do TCU: enquanto Arraes entendeu haver ilegalidades no edital, o ministro Vital do Rêgo apresentou voto favorável à abertura dos novos cursos. O ministro alegou que seria um retrocesso para área de educação, além do prejuízo econômico das entidades que já investiram para instalação de novos cursos. Seu voto foi seguido por outros cinco ministros.

BOCÃO NEWS