30 de jun de 2016

Plano

TRIBUNA DA BAHIA

No PT e no PSB, partidos que estão mais unidos em Salvador na discussão da sucessão municipal, o presidente regional da sigla comunista, Daniel Almeida, deputado apontado pelas duas legendas como mentor e fiador da candidatura de Alice Portugal à Prefeitura, não anda gozando de grande simpatia. As duas agremiações acham que Almeida decidiu bancar a candidatura de Alice, contra o PT e, ao que parece, o PSB, por um único objetivo: se cacifar para ser candidato ao Senado em 2018. Mas também avaliam que o caminho de Daniel não será dos mais fáceis. Principalmente se Alice não crescer muito na campanha e sair menor do que o espaço que PCdoB está projetando para a deputada comunista.