31 de mai de 2016

Polícia prende pedreiro suspeito de estuprar universitária

  • Ascom | Polícia Civil
    Homem nega acusação, mas amigas da vítima confirmam carona - Foto: Ascom | Polícia Civil
    Homem nega acusação, mas amigas da vítima confirmam carona
A polícia de Guanambi, a 670 km de Salvador, prendeu o pedreiro Jairo da Silva Brito, 30 anos, sob a suspeita de estuprar uma universitária de 19 anos. O homem foi a unidade policial atendendo uma intimação do delegado, José Ribeiro Lopes, titular da Delegacia Territorial da cidade, que investiga o caso.
De acordo coma Polícia Civil (PC), o crime ocorreu no dia 23, quando a estudante de enfermagem e duas colegas aceitaram carona oferecida por Jairo, que dirigia um Ônix branco. Logo após deixar as duas garotas, o pedreiro levou o carro com a estudante para a estrada Velha de Mutans, onde tentou estuprá-la. A vítima disse que só escapou porque lutou contra ele, chegando a morder sua mão.
Na delegacia, apesar de Jairo negar o crime, alegando que as lesões no corpo da mulher poderiam ter sido causadas por qualquer um, a vítima o apontou como culpado da violência que sofreu e as duas amigas o reconheceram como o motorista que lhes ofereceu carona naquele dia.
Sem antecedentes, Jairo encontra-se agora custodiado na carceragem da 22ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Guanambi), à disposição da Justiça, informa a PC. O veículo, de propriedade do pedreiro, foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) para perícia.