3 de mai de 2016

JANOT: CUNHA CHEFIOU CÉLULA DO CRIME EM FURNAS

:


Presidente da Câmara é descrito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para o Supremo Tribunal Federal como um dos líderes de um esquema de corrupção montado na estatal Furnas Centrais Elétricas; "Pode-se afirmar que a investigação cuja instauração ora se requer tem como objetivo preponderante obter provas relacionadas a uma das células que integra uma grande organização criminosa – especificamente no que toca a possíveis ilícitos praticados no âmbito da empresa Furnas. Essa célula tem como um dos seus líderes o presidente da Câmara dos Deputado Eduardo Cunha, do PMDB do Rio de Janeiro", diz Janot, no pedido para abertura do 6º inquérito contra Cunha; em delação premiada, o senador Delcídio do Amaral afirmou que Dilma estancou em 2011 as irregularidades em Furnas, o que motivou o início da vingança de Cunha. 247 BRASIL