Lula já articula resistência a Temer

BRASIL POLÍTICA LIVRE

Foto: Reprodução
Lula acredita que pode ser candidato a presidente em 2018
Depois do fracasso das articulações contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai se dedicar a articular a resistência contra um eventual governo Michel Temer. Interlocutores do ex-presidente avaliam que, apesar da derrota, Lula ainda pode se beneficiar com o afastamento de Dilma e chegar a 2018 como candidato de oposição. Segundo o Instituto Lula, o ex-presidente ainda não decidiu se vai disputar a Presidência pela sexta vez. Mas os sinais são cada vez mais fortes. No sábado, 16, em ato com manifestantes anti-impeachment, em Brasília, Lula disse que “espera chegar em 2018″. Aliados do ex-presidente dizem que o petista ficou animado com resultado de pesquisas que o colocam na liderança da disputa eleitoral. O presidente do PT, Rui Falcão, já disse que Lula se colocou à disposição para viajar o País ainda este mês. A avaliação de que Lula poderia “fazer do limão uma limonada” é recorrente entre interlocutores do ex-presidente. Para eles, caso o impeachment de Dilma se confirme no Senado, Temer vai enfrentar um cenário negativo na economia em médio prazo e desgaste político por ter se aliado ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na condução do impeachment. A esperança dos petistas é que Lula surja como o salvador da pátria em 2018. “Ele não vai e não deve jogar a toalha por causa do resultado de hoje”, disse Celso Marcondes, diretor do Instituto Lula.
Share:
Postar um comentário

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog