Alba realiza audiência em Monte Alto sobre morte de João Leonardo





DO BAHIA TODO DIA | 26/04/2016 | 09h24

A Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), atendendo solicitação do Centro Político Cultural João Leonardo e do Coletivo O Estopim, realizou uma audiência pública na Câmara de Vereadores de Palmas de Monte Alto, no sábado (23). O evento foi coordenado pelo presidente da Comissão, deputado Marcelino Galo (PT) e teve como objetivo reunir informações sobre onde foram enterrados os restos mortais do desaparecido político JOÃO LEONARDO DA SILVA ROCHA.

João foi morto em Palmas de Monte Alto em junho de 1975. Resultado do sequestro do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, ele foi um dos 15 presos políticos libertados e enviados para o México, oficialmente banidos do país. Transferiu-se para Cuba e recebeu treinamento militar naquele país, onde se alinhou com o grupo dissidente da ALN que gerou o MOLIPO. Retornou ao Brasil em 1971, se estabelecendo numa pequena localidade rural de Pernambuco, São Vicente. Tornou-se lavrador, tendo adquirido um pequeno sítio onde trabalhava. uando pressentiu que podia ser identificado na região de São Vicente, mudou-se para o interior da Bahia, onde terminaria sendo localizado e morto.

Hoje, grupos que lutam para elucidar as mortes na ditadura militar tentam mudar a versão sobre sua morte. Na época, falou-se que ele era um pistoleiro para justificar seu assassinato pelas forças de segurança.

Veja mais aqui, no BLOG DO LATINHA. 
Share:
Postar um comentário

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog