2 de mar de 2016

NOVAS REGRAS FACILITAM A MICROGERAÇÃO DE ENERGIA

02/03 - 07h04m
BAHIA ECONÔMICA
 

 
Com a crise instalada no país, o brasileiro está adaptando sua rotina a maneiras mais eficientes de reduzir custos. Dentre ela a geração de energia própria está entre as mais utilizadas. Na Bahia, o número de conexões de micro ou minigeração para uso doméstico quase que triplicou desde o ano passado, saindo de 23, em março de 2015, para 65, no último mês de janeiro.
 
Os dados são da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que aposta em aumento ainda mais significativo de adesões à geração doméstica com a entrada em vigor nesta terça-feira, 1º, das novas regras do Sistema de Compensação de Energia Elétrica. As medidas estimulam o consumidor a instalar pequenos geradores (tais como painéis solares fotovoltaicos e microturbinas eólicas, entre outras fontes renováveis) em sua unidade consumidora, prevendo a compensação da energia gerada com as companhias distribuidoras, gerando créditos para abater nas contas de energia a cada mês.
 
De acordo com a Resolução da Aneel, os condomínios agora também poderão investir na alternativa, beneficiando as múltiplas unidades consumidoras. Ou seja: instalado um sistema de energia solar ou eólica, a energia gerada pode ser repartida entre os condôminos em percentagens definidas pelos próprios consumidores.(A Tarde)