9 de mar de 2016

MULHER COM A PALAVRA: UMA CONVERSA COM ELZA SOARES


(Foto: Mauricio Serra)

No Dia Internacional da Mulher (08 de março), terça-feira, a cantora Elza Soares subiu ao Palco Principal do TCA, às 20h, para a primeira edição do projeto "Mulher com a Palavra", uma ação que busca discutir o empoderamento feminino por meio da arte. O projeto é uma iniciativa da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia e da Maré Produções Culturais. A ação conta com o patrocínio e a sensibilidade da Companhia de Gás da Bahia - Bahiagás

Elza Soares, "A Mulher do Fim do Mundo" (título do premiado disco lançado por Elza em 2015) que tem mobilizado ainda mais a atenção das mulheres com a música "Maria da Vila Matilde",  soltou a voz no palco do teatro, mas dessa vez não foi pelo canto, e sim numa conversa sobre a atual situação das mulheres e como ela se reinventou através da arte. A história da mulher negra que sofreu com a pobreza nos anos de 1940 e foi declarada “cantora do milênio” pela BBC de Londres em 2015 será o ponto central para falar de gênero e conquista de espaços. "Ser negra, mulher e brasileira é para mim um grande orgulho e minha maior missão. Que todas as mulheres sejam homenageadas. Somos a grande força do mundo e nosso caminhar é sagrado", declara Elza. Ela é a mulher do fim do mundo que veio do planeta fome, como a própria se define, e por isso tem muito a nos dizer. "Sua fala forte faz uma releitura da sua própria vida, buscando fortalecer outras mulheres que ainda não conseguiram se libertar", declara a Secretária de Política para as Mulheres Olívia Santana, que também participou do evento. Quem mediou a conversa foi a jornalista Malu Fontes.

O assessor Fábio Sena e José Carlos Latinha representaram a Deputada Estadual Fabíola Mansur no evento.

Fonte - Site do Teatro Castro Alves