8 de mar de 2016

ALCKMIN QUER PROIBIR ATO PRÓ-DEMOCRACIA NO DIA 13

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse que está tomando todas as medidas necessárias para que não haja dois atos contrários no mesmo dia e local no próximo domingo, em nome da segurança; "Havia uma solicitação para ter outra manifestação no sentido contrário e nós dissemos que no mesmo local não pode. Esse pleito a favor do impeachment, contra a corrupção, já estava agendado há mais de um mês", explicou, em entrevista nesta manhã; "É direito constitucional a liberdade de manifestação, de expressão, e é dever do poder público garantir a tranquilidade à manifestação da população", acrescentou o governador. 247 BRASIL