PROPINAS DA ERA FHC TÊM TRATAMENTO DISCRETO




Enquanto a Folha escondeu a notícia de que uma transação no apagar das luzes do governo FHC gerou US$ 100 milhões em propinas para o PSDB com a informação de que Nestor Cerveró foi nomeado diretor da BR Distribuidora por "gratidão" de Lula, o Globo avaliou que a crise do setor aéreo era mais importante do que a denúncia, noticiada discretamente em sua primeira página; o Estado de S. Paulo, por sua vez, deu peso maior a uma disputa política na Venezuela do que à notícia que envolve FHC e seu partido; a partir de amanhã, o caso deve desaparecer dos jornais. 247 BRASIL
Share:
Postar um comentário

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog