29 de jan de 2016

NÃO A CRISE QUE RESISTA A FORÇA DO SERTÃO















Na quinzena passada, a nossa região estava com as barragens vazias e a perspectiva de mais um ano de muita seca. Mas o sertão resiste a todas as dificuldades da natureza. As chuvas chegaram e, em poucos dias, o verde surge com força na região.

O sertão virou mar. As barragens do Poço do Magro, Ceraíma, Estreito , Covas da Mandioca e o Velho Chico enchem os sertanejos de felicidade e é água para todos os lados, córregos, riachos, rios, lagoas e cachoeiras sangram para alimentar mais uma vez o povo do sertão . O Riacho do Belém turra águas para todos os lados e alimenta o Rio Carnaíba de Dentro, Rio das Rãs e chega até o Rio São Francisco. O Riachão alimenta a Barragem do Poço do Magro, que sangra pela primeira vez. A Barragem de Ceraíma está próxima de sangrar depois de 24 anos.

Na BR-030, no trecho de Guanambi até Malhada e Carinhanha, o sertão virou mar. As belezas da Ponte sobre o Rio São Francisco misturam-se com as matas verdes, milhares de aves que migram para o sertão. O gado pasta de barriga cheia para alegria do sertanejo.

Agora chegou a hora dos governos Municipais, Estadual e Federal fazerem a sua parte. A agricultura e a pecuária no Vale do Iuiú tem solução. O agricultor precisa de apoio e incentivo. Precisamos recuperar os Perímetros de Ceraíma e do Estreito e colocar de vez o projeto de irrigação do Vale do Iuiú para sair do papel.

Notícias positivas anunciam a ampliação dos Parques Eólicos e investimentos na Energia Solar, as obras da FIOL precisam continuar e a construção do Porto Sul é fundamental para o desenvolvimento da Bahia e da região. A empresa Azul anuncia o voo para Guanambi e a Faculdade de Guanambi inicia o curso de medicina.


A Rede Globo deveria conhecer o sertão e o Nordeste e parar de jogar negativamente contra o Brasil. NÃO A CRISE QUE RESISTA A FORÇA DO SERTÃO BAIANO.