3 de nov de 2015

Palestras do Outubro Rosa e Novembro Azul lotam auditório da Câmara de Vereadores de Guanambi

 
Terça, 03 de Novembro de 2015  
 
Durante toda a manhã desta quinta-feira (29), diversas palestras com médicos especialistas lotaram o auditório da Câmara de Vereadores para um público de aproximadamente 300 pessoas, entre mulheres e homens de todas as idades. O evento fez parte de diversas ações das campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul que estão sendo desenvolvidas na cidade pela Secretaria de Saúde, através do Departamento de Atenção Básica.

As palestras centraram na prevenção do câncer de mama, do colo do útero e de próstata, sendo ministradas pelo Dr. Gabriel Carneiro (Urologista), Dra. Marina (Mastologista) e Dra. Priscila (Obstetra e Ginecologista), que ao longo das exposições também abriram oportunidades para dirimir as dúvidas dos presentes.

Presente na plateia, o Secretário de Saúde, Manoel Paulo Fraga Rodrigues frisou da importância das palestras com profissionais renomados, “o objetivo é chamar a atenção e sensibilizar do público  para a importância da prevenção, para disseminar entre suas famílias estas informações valiosas”, disse.

Nos intervalos das palestras e ao final, brindes oferecidos por empresas parceiras das campanhas e camisetas alusivas ao tema foram sorteados entre os presentes.

“Nesta rodada de palestras, contamos com a participação de diversos servidores públicos da área da saúde, como agentes comunitários, de endemias, enfermeiros, dentistas, etc, a informação é uma grande aliada na prevenção”, salientou a enfermeira Paula Melo, Diretora do Departamento de Atenção Básica, que organizou o evento.

De acordo com Dra Marina, uma das causas dos altos índices de mortalidade do câncer é a descoberta tardia da doença. "Por isso é importante fazer os exames de rotina e a avaliação clínica, que são capazes de detectar o problema ainda nos estágios iniciais. Quanto antes for o diagnóstico, maiores são as chances de recuperação”, salientou a mastologista.

Iniciado no ano de 2013, as campanhas de prevenção são intensificadas em ações externas, como distribuição de material informativo, palestras em escolas, faculdades e associações, caminhadas, entrevistas na imprensa, etc, além de mutirões de exames, que reforçam para um trabalho que é incansavelmente desenvolvido durante todo o ano.