7 de nov de 2015

NOVOS TRENS DO METRÔ ESTÃO EM RITMO AVANÇADO DE MONTAGEM, DIZ GOVERNO

06/11/2015 13:29
BAHIA ECONOMICA


Nesta sexta-feira (6), o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Carlos Martins, o presidente da Companhia de Trens da Bahia (CTB), Eduardo Copello, e o presidente do grupo CCR Metrô Bahia, Luís Valença, visitaram a fábrica da Hyndai Rotem, em Araraquara (SP), e acompanharam a montagem dos novos equipamentos.

Vinte vagões, vindos da Coreia do Sul, estão em fase de montagem para a composição de cinco novos equipamentos. O primeiro deles chega a Salvador ainda neste ano e vai entrar em operação em 2016. Martins mostrou-se satisfeito com a visita. “Pudemos acompanhar todo o processo pelo qual os trens são submetidos e ficamos satisfeitos em ver que o ritmo de montagem segue o ritmo das obras físicas. Isso garante que, em breve, teremos novos trens reforçando a linha 1, que estará completa com as inaugurações das estações Bonocô e Pirajá. Além da linha 2, já com obras bastante avançadas”.

Na próxima sexta (13), a Estação Bonocô será inaugurada pelo Governo do Estado. A estação será a sétima a entrar em funcionamento na linha 1 do metrô e vai beneficiar diretamente a população de bairros como Brotas, Luis Anselmo, Cosme de Farias, Daniel Lisboa, entre outros. No mês de dezembro próximo será a vez da Estação Pirajá, que vai marcar o final da linha 1. No entanto, a linha ainda vai ganhar uma extensão com o tramo 3, chegando até Cajazeiras. O trecho se encontra em fase de estudo e em breve deve ser licitado.

O início da operação comercial do sistema metroviário de Salvador está previsto para começar no dia 21 de dezembro, juntamente com o funcionamento da Estação Pirajá, completando os 12 quilômetros do projeto original da Linha 1 do Metrô de Salvador. O anúncio da tarifa e como o modelo de integração entre os modais de transporte está em fase final de estudos, com previsão de ser anunciado em breve para população.

Quanto à integração com os ônibus metropolitanos, a operação está em processo de implementação. Inicialmente, serão quatro linhas de ônibus (saindo de Simões Filho), com destino à Lapa, passando a ter como ponto final a estação do Retiro. A partir do local, os passageiros seguirão de metrô sem qualquer custo adicional.