3 de out de 2015

Lagoa Real: Após nova análise, Inema confirma contaminação de água por urânio

BLOG DO ANDERSON

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) confirmou a presença de alto teor de urânio em um poço da Zona Rural de Lagoa Real, no Sudoeste Baiano.  O órgão analisou a amostra de água de uma cisterna aberta em fevereiro de 2013 pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), em uma propriedade privada, a cerca de 20 km de distância do local onde ocorre exploração de urânio, no município vizinho de Caetité.  Os resultados colhidos pelo Inema confirmaram os altos índices de contaminação que foram apontados em dois testes anteriores, realizados neste mesmo poço pela estatal federal Indústrias Nucleares do Brasil (INB), responsável pela exploração de urânio na região. O volume de metal encontrado na inspeção do Inema é quatro vezes superior ao limite estabelecido pelos órgãos de saúde para consumo humano.  O jornal O Estado de S.Paulo teve acesso aos novos laudos, que foram realizados pelo Centro de Pesquisas e Desenvolvimento (Ceped), órgão vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, a pedido do Inema. Leia na íntegra a reportagem da Agência Estado.