8 de set de 2015

Prefeito de Camaçari reduz o próprio salário para combater queda na arrecadação

 
Após a perda de R$ 30 milhões na arrecadação municipal em 2015 a prefeitura de Camaçari, na região Metropolitana de Salvador, estabeleceu um decreto com pacote de ações nesta terça-feira (1) que pretende garantir o funcionamento de serviços essenciais da cidade. O gestor do município, Ademar Delgado, convocou a imprensa para uma coletiva no auditório da “Cidade do Saber”, nesta quarta-feira (2), para divulgar uma redução nos próprios subsídios em 20%. A medida também alcança as funções de chefia, secretários, subsecretários e a vice-prefeita. Nos casos dos cargos comissionados a Condição Especial de Trabalho (CET) sofrerá corte que varia de 10 a 30%. O ato prevê uma economia média de R$ 47 milhões até o mês de dezembro. Outra alternativa será o reajuste do horário de atendimento administrativo que passa a acontecer das 8h às 14h. A gestão municipal pretende, ainda, lançar campanhas para incentivar o pagamento de dívidas públicas, a exemplo do IPTU, através do Programa de Refinanciamento Fiscal (REFIS) e, com isso, ampliar a arrecadação. Bahia Notícias