Lídice da Mata é escolhida uma das “100 cabeças do Congresso” pelo Diap

 

A senadora Lidice da Mata (PSB-BA) figura entre os “100 Cabeças do Congresso Nacional 2015”, em lista divulgada nesta segunda-feira (31/8) pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar – DIAP. Ao ser informada de sua presença na 22ª edição do ranking, a senadora baiana comemorou afirmando estar orgulhosa de ter seu trabalho reconhecido.  “Fico feliz ainda mais porque, pela primeira vez, a presença feminina entre os “Cabeças do Congresso”, em termos proporcionais, é maior que a participação total da mulher no Legislativo Federal”, destacou. A parlamentar também comemorou que oito integrantes do PSB (três senadores, incluindo ela própria, e cinco deputados) fazem parte da lista, que teve sua primeira edição em 1994.

De acordo com o DIAP, os “Cabeças” são parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de qualidades como:  capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão.

Trajetória política - Lídice da Mata tem uma trajetória de 35 anos de vida política e pública. Em 2010 foi eleita a primeira senadora da Bahia com mais de 3,3 milhões de votos e nos primeiros quatro anos de mandato no Senado teve participação – como titular ou suplente – em mais de 50 colegiados. Em 2012 foi líder da bancada do PSB no Senado Federal.  Em quatro anos e meio de mandato no Senado, já apresentou mais de 200 proposições, entre Projetos de Lei do Senado (PLS), Propostas de Emenda Constitucional (PEC) e requerimentos. Também assumiu 242 relatorias de projetos e fez mais de 350 pronunciamentos em Plenário.
 
Lídice coordena a Frente Parlamentar Mista de Direitos Humanos da Criança e do Adolescente; integrou a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) de Violência contra a Mulher; e foi relatora de duas outras CPI´s:  a que investigou o tráfico nacional e internacional de pessoas e a que propôs reformas no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD). Como titular, participou da comissão especial que analisou a reforma do Código Penal brasileiro. Seu mandato é voltado para as áreas de desenvolvimento regional e turismo, além de ampla atuação em questões focadas no semiárido nordestino, bacia do São Francisco e cacauicultura. Lídice também tem forte atuação na defesa dos direitos de mulheres, crianças e adolescentes, grupos LGBT, negros e comunidades quilombolas.
 
Ascom senadora Lídice da Mata 


 

Share:
Postar um comentário

Acesse e Leia!

Mais Vistos da Semana

Total de visualizações

Arquivo do blog

Google+ Followers

Arquivo do blog