Desenvolvimento do artesanato em Guanambi

Aqui você encontra o melhor bordado artesanal  de Micheline Fernandes e Dona Benedita Fernandes - Rua Dr. Joaquim Manoel, 80 - Fones para contatos: (77) 3451-5275 e (77) 9824-0938 e email: solargbi@hotmail.com. Micheline também realiza aulas de capitoné, macramé e fibra de bananeira para o SENAC em Guanambi.





O Instituto Mauá já identificou a cidade de Guanambi como um importante pólo de desenvolvimento do artesanato e estimulou a produção local com a aquisição de quase R$ 40 mil reais de produtos de qualidade, fortalecendo a produção artesanal da Casa do Artesão, Mercado das Artes e de diversos artesãos individuais e de boutiques.

O Vereador José Carlos Latinha, tem acompanhado e estimulado o processo de fortalecimento dessa mais nova vertente de geração de emprego e renda, que visa transformar a cidade no mais novo pólo de artesanato da Bahia, através da Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte e do Instituto Mauá.

Hoje, diversos artesãos de Guanambi venderam as suas peças na tradicional Feira de Artesanato. Dentre os produtos, são encontrados artesanatos em Ponto Cruz, Pintura em Tecido, Crochê, Macrâme, Aplicação, Vagonite, Bordado Livre, madeira, bordados, doces, entre outros.

O fortalecimento da  Feira de Artesanato de Guanambi é uma das bases da linha de ação do "Desenvolvimento Regional e Geração de Ocupação e Renda", transformando a cidade em um Pólo de Produção de Artesanato, que visa o desenvolvimento regional com a documentação, divulgação e execução de programas de fomento ao fortalecimento social, econômico, político e cultural da região.

O artesanato de Guanambi, já está sendo reconhecido no Estado, e representa uma nova vertente de geração de emprego e renda, permitindo ao artesão e ao artista divulgar e vender seus trabalhos sem intermediários, além de possibilitar um intercâmbio entre os artesãos e a comunidade da capital, através da exposição e venda de artesanato com o Instituto Mauá em Salvador. 
  
OBJETIVOS 


- Divulgar o trabalho artesanal de Guanambi;
- Ampliar a possibilidade de negociação dos produtos;
- Possibilitar a troca de experiência entre artesãos, comunidade e público em geral;
- Despertar os artesãos para a importância da pesquisa constante, aperfeiçoamento das técnicas, qualidade e originalidade dos trabalhos;

- Divulgar outras manifestações culturais da cidade.
Share:

Nenhum comentário:

Acesse e Leia!

Seguidores

Mais Vistos da Semana

Arquivo do blog

Arquivo do blog